RSS

Educar funciona

(flores do meu jardim)
Ontem, Dedé estava molhando as plantas e meu vizinho, Tiaguinho de 4 anos, ajudava. Interessante é que ele não permitia que a torneira ficasse aberta desperdiçando água. Dizia pro Dedé, que era pra economizar energia!!Uma graça. Exemplo de que educando poderemos fazer um mundo consciente.
Eu fui ao Rio de Janeiro na quinta-feira:
  • Rodoviária Novo Rio está mais cheia. Resultado do caos aéreo.Quando vão fazer uma reforma decente naquela rodoviária? Paga-se 50 centavos na Rodoviária de Casimiro de Abreu para usar o banheiro, na do Rio 1 real. O nível do banheiro é igual. Se a do Rio tem um fluxo maior de pessoas por que paga-se mais?
  • Crianças fazem do Canal do Mangue, uma piscina para saltos (dentre outros usos). Um garoto andava calmamente de um lado para outro na tubulação. Veio falar comigo e pedir um dinheiro e fiquei conversando com ele. Perguntei se estava na escola, disse que não. Disse que não tinha dinheiro pra fazer a matrícula. E eu disse que não precisava de dinheiro pois a escola era pública. Ele prontamente me respondeu que não tinha certidão de nascimento e portanto não podia se matricular. E eu disse pra ele pedir pra mãe dele tirar e ele disse que a mãe tinha morrido. Mudei o rumo da prosa e conversamos sobre outras coisas, amenidades como por exemplo, meus dentes com aparelho e os dele perfeitos, etc...No que ele começou a puxar minha mão e eu maldosamente pensei, será que ele quer me assaltar??!!E ele queria apenas dar um beijo na minha mão.Fiquei com vergonha de mim. Principalmente por não ser gente suficiente pra ajudá-lo efetivamente com escola, casa e comida...E por ter tanto medo de gente...

3 comentários:

Suzana disse...

Vi, li todos os últimos textos e só posso repetir o que venho dizendo desde os primeiros:maravilhosos, nota 10...Simplicidade, sensibilidade, você...
Beijos da mana
Su

O Meu Jeito de Ser disse...

Vivi minha querida, que pena que dá, ver uma situação dessas dessa criança né?
Até quando nosso país, vai privilegiar uns em detrimento de outros?
Quanta diferença social, quanta miséria aos nossos olhos.
Entendo seu medo, as vezes me pego em situações semelhantes, em que me envergonho de sentí-lo. Mas não dá para generalizar, nunca sabemos o que vem e de onde vem. Vivemnos sobressaltados, e acho que isso não nossa culpa, é culpa de um sistema vergonhoso que temos que conviver.
Mas é muito triste, realm,ente.
Lindas flores menina.
Beijos e boa semana prá tí.

anampsouza disse...

Pois é Vivi...a situação por aqui está cada vez mais triste e a gente fica com medo do que vem por aí...a educação cura tudo, mas cadê o apoio???